quarta-feira, 12 de maio de 2010

Mais alguns comparsas para nossa Arte

Por Laís Castro


Do centro de Belém para o Nosso centro, o pessoal do Floresta Sonora vai embora de Minas com muito mais do que um queijo.

 
O grupo Tamboril de Arte Independente anuncia aqui a parceria com o grupo do Casarão Cultural Floresta Sonora. A aproximação ocorreu durante o período em que uma de nossas integrantes passou uma semana em Belém conhecendo outras propostas do cenário artístico independente Brasileiro, o encantamento com o  Circuito Floresta, gerou até um belíssimo editorial , vale a pena conferir.
No dia 30/04 chegaram alguns representantes dessa belíssima proposta que consiste em apresentar Belém e o Norte do país às nossas pequenas cabecinhas regionalistas. Segundo o próprio músico Juca Culatra, “Belém é a cidade mais sonora do Brasil”.
             O conceito da parceria , surgiu pela semelhança de interesses e objetivos em relação ao cenário cultural do Brasil como um todo, “É uma questão de política, não partidária, eu digo, mas a da relação entre a arte, a divulgação e o reconhecimento”, diz Breila Zanon, uma das idealizadoras do grupo mineiro que ainda afirma, “Precisamos escoar a nossa produção”.
Semanalmente acontece em Belém o chamado Casarão Live, em que é feita a principal divulgação do que anda sendo produzido por esse pessoal. Em relação a nós ficaram  os planos para  realização de Workshops, e a proposta de um Intercâmbio de artistas, que pretendem incluir até mesmo gente da nossa, Minas Gerais. E pessoal, não vamos esquecer que temos aí em Agosto a segunda edição do nosso festival MUSGO ...

 
Para mais informações sobre as propostas e a sua história,confira os vídeos na voz de Léo Chermont, músico e integrante do projeto Casarão Cultural Floresta Sonora.


3 comentários:

  1. boas parcerias só vêm somar! brindemos!
    e que venho o próximo MUSGO! \o/

    ResponderExcluir
  2. massa os vídeos Zannon!! material tá massa, Parabéns!

    ResponderExcluir